Além da saúde do coração!

Mais razões para tomar óleo de peixe

Os estudos sempre concentram -se nos benefícios cardiovasculares dos ácidos graxos ômega 3 derivados do óleo de peixe.

Dados mais recentes mostram que os efeitos biológicos conferidos pelos ômega 3 se estendem para além das questões cardiovasculares e afetam praticamente todos os aspectos de nossa saúde.

Uma meta-análise publicada no ano passado descobriu que o maior consumo de ômega-3 do óleo de peixe foi associado a uma redução de 14% no risco de morrer por qualquer causa, em comparação com a categoria mais baixa de consumo.

Os benefícios do óleo de peixe variam de melhora da memória a redução de doenças, como o diabetes.

Óleo de peixe reduz taxas de mortalidade

 Em 2017, foi publicado um estudo que analisou os efeitos da ingestão de óleo de peixe nas taxas de mortalidade humana. As implicações deste relatório dizem respeito a todos nós.

Esta análise revelou uma redução significativa de 14% no risco de morrer por qualquer causa no grupo consumindo a mais alta, contra a menor quantidade de óleo de peixe ômega 3.

Epidemiologistas chamam isso de “mortalidade por todas as causas” e serve como uma medida importante na avaliação do efeito geral de qualquer intervenção no tempo de vida.

Para estudar os efeitos a longo prazo do consumo de ômega 3, os pesquisadores combinaram dados de mais de um milhão de indivíduos cujo consumo de peixe e óleo de peixe foi avaliado em 23 estudos separados. Uma sub-análise de seis estudos envolvendo mais de 400.000 participantes forneceu informações sobre as gorduras ômega 3 do peixe, especificamente. E nela foi constatado que o consumo regular dos principais ômega3 no óleo de peixe (EPA + DHA) reduz ameaças específicas à saúde, como arritmias cardíacas e fatores de risco para doenças e morte, como disfunção endotelial, distúrbios lipídicos e inflamação.

Nesta análise publicada em 2017, os pesquisadores descobriram uma modesta, mas significativa, redução de 6% no risco de mortalidade por todas as causas entre aqueles que consomem mais peixe do que aqueles com o menor consumo de peixe. “Veja bem, consumo de peixe e não de óleo de peixe.”

Isso é encorajador, mas nem todos conseguem seguir uma recomendação de consumir duas porções de peixe por semana.

Por essa razão, os pesquisadores também avaliaram os dados agrupados de seis dos 23 estudos relacionados à ingestão dos componentes mais relevantes do peixe, o EPA e DHA do  ômega 3.

Eles encontraram um impacto maior contra o risco de morrer por qualquer causa entre os indivíduos que consomem mais ômega 3. Eles mostraram que o risco de mortalidade por todas as causas foi 14% menor naqueles que consumiram mais EPA / DHA. Como podemos observar, este é mais do que o dobro do valor calculado apenas para o consumo de peixe.

Análises posteriores revelaram uma redução de 7% no risco global de morrer por cada 200 mg adicionais de óleo de peixe consumido por dia.

A partir desse enorme estudo, fica claro que as pessoas que consomem mais óleo de peixe correm um risco substancialmente menor de morrer por qualquer causa – uma descoberta que vale a pena por si mesma.

De Sean Field, Revista Life Extension Fevereiro de 2018.