INFLAMAÇÃO CRÔNICA – Um Inimigo Silencioso

A inflamação é uma reação do nosso organismo frente a uma infecção ou lesão de qualquer origem (queimadura, corte …) em alguma parte do nosso corpo. Quando a injúria ocorre, várias células do nosso sistema imune entram em ação com o intuito de fazer a defesa e o reparo. A finalidade desta ação é neutralizar o agente agressor e restaurar o equilíbrio no nosso corpo. Então a inflamação é necessária, e deve ocorrer numa intensidade e duração limitadas para não acabar nos prejudicando.

O tamanho da inflamação depende de alguns fatores:

– natureza e intensidade da lesão
-local e tecido afetado
-resposta do hospedeiro (NÓS): nosso estado nutricional, adequação do sistema cardiovascular, existência de diabetes, de câncer ou outras doenças predisponentes, presença de imunidade adquirida.

Tipos de inflamação, conforme o tempo de início e fim dela:

1.Inflamação super aguda: dura minutos a horas;
2.Inflamação Aguda: dura horas a dias,
3.Subaguda: semanas
4.Crônica: duração de meses a anos

A inflamação aguda é rica em sintomas como dor, calor, vermelhidão e inchaço. Uma inflamação aguda pode se resolver com ou sem cicatriz, mas também pode mudar de categoria e permanecer com tão poucos sintomas que achamos que está resolvida, mas na verdade persiste de forma crônica. Ou uma inflamação pode iniciar de modo sutil, discreto, às vezes com sintomas gerais que atribuímos a outras doenças, ou  sem sintomas e permanecer lá por anos sem que tenhamos percebido. E nessa coincidência ou falta de sintomas é que reside o problema, pois não percebemos, ou nos damos conta de que estamos inflamados e acabamos não tomando medidas que levem a resolução definitiva dessa inflamação.

A inflamação aguda, permite-nos sobreviver ao trauma. A inflamação crônica nos mata lentamente.

Quando temos uma inflamação por persistência do agressor temos um estado de alerta constante no nosso organismo, as células imunes não param de trabalhar, se multiplicar e produzir substâncias para chamar outras células, ou para destruir o agente agressor. A este estado damos o nome de Inflamação crônica que ao longo dos anos pode nos envelhecer mais precocemente e nos adoecer.

O que a Inflamação crônica pode nos causar?

  1. Entupimento das nossas artérias (arteriosclerose): infarto, derrames, amputações, pressão alta, impotência, arritmias, morte súbita
  2. Diabetes
  3. Alzheimer, Parkinson, depressão
  4. Câncer
  5. Osteoporose
  6. Obesidade
  7. Doenças autoimunes
  8. Diminuição da absorção de vitaminas e nutrientes
  9. Diminuição dos níveis hormonais
  10. Doenças pulmonares como asma e bronquite, fibrose pulmonar
  11. Destruição do colágeno e elastina: rugas, flacidez
  12. Síndrome do Intestino Irritável, Doença de Crohn
  13. Psoríase
  14. Artrites, dores articulares
  15. Tireoidite
  16. Envelhecimento, não estão algumas das doenças acima relacionadas com uma idade mais avançada?

Os níveis de substâncias ANTI-inflamatórias produzidas por nós mesmos (interleucina 10), declinam com o avançar da idade. Pessoas centenárias possuem altos níveis circulantes de interleucina 10 (IL-10). Produtos produzidos pela nossa inflamação e que são PRÓ-inflamatórios (interleucina -6), aumentam com o avançar da idade. Centenários possuem baixos níveis de IL-6. Então, quanto menos inflamação uma pessoa tem, mais tempo e qualidade de vida ela tem.

E o que podemos fazer para que não tenhamos inflamação num nível e persistência que sejam prejudiciais à nossa saúde?  Que atitudes tomamos para abrandá-la ou até eliminá-la de uma vez por todas?

A medida mais importante em termos de prevenção de doença e promoção da nossa saúde e bem estar é evitar ou controlar a inflamação crônica que não apresenta sintomas marcantes (inflamação Crônica Subclínica). A inflamação aguda, ou seja, pontual e temporária é essencial para nossa saúde e sobrevivência. Porém, quando esse processo se torna crônico, acaba comprometendo nossa saúde, pois serve de base para as doenças crônicas e pode alterar a estrutura do DNA das células afetadas por esse processo.

Sabendo o que é inflamação crônica e o que ela causa, com certeza queremos evitar ou mesmo controlar este processo, e para isso, temos que saber quais as causas da inflamação crônica, pois é indo à raiz/ origem do problema é que sanamos ele.  No próximo artigo: Quais são as Causas da Inflamação Crônica?