Ômega 3, saiba qual comprar e tomar!

Tendo em vista que os benefícios do uso do ômega 3 vão muito além da saúde cardiovascular, e que o consumo do óleo de peixe reduz 14% das nossas chances de morrer por outras doenças, é claro que queremos tomar. Mas temos que estar atentos a certos cuidados para não nos prejudicarmos, pois existem muitas marcas e muita propaganda enganosa nos rótulos. Nesta semana e na próxima, aprenda a escolher um bom e confiável ômega 3.

Metabolismo Individual de Gorduras

Saiba que existem pessoas que não conseguem modificar os seus níveis de colesterol para um perfil mais salutar tomando ômega 3. O que determina isso é uma variação nos genes desta pessoa. Para saber se o indivíduo é portador desta alteração genética existem duas formas: fazer um teste genético ou tomar o ômega 3 (de qualidade) e depois de 3 meses dosar o colesterol para ver o que aconteceu. Mas, não tomamos somente com essa finalidade, então cabe ao seu médico decidir se você deve ou não continuar com a suplementação de ômega.

Qual ácido graxo tomar

O ômega 3 é um óleo que possui uma apresentação química que o difere dos outros tipos de gorduras e que nos dá todos aqueles benefícios já citados. Simplificando, ômega 3 é o nome da família de gorduras que nos fazem funcionar extremamente bem. E o nome científico das gorduras é: ácido graxo. E nessa família ômega 3, temos o EPA e o DHA que são dois ácidos graxos. Ainda nessa família encontramos os membros veganos, a maioria comercializada em cápsula é proveniente do óleo de linhaça e se chama ALA e que ao passar pelo fígado se transforma em EPA e DHA.

Existem várias famílias de gordura e algumas precisamos consumir e outras não devemos nem passar perto (gorduras trans por exemplo). Tudo sempre é uma questão de equilíbrio.

A família ômega 6 e ômega 9 estão bastante presentes na nossa alimentação, tão presentes que não precisamos suplementá-las em cápsulas. A fonte delas são os óleos vegetais. Então, não devemos comprar cápsulas com essa família achando que estamos comprando um suplemento completo.  A não ser que você não esteja comendo nada, mas aí deixe seu médico ou nutricionista lhe indicar esse tipo de suplemento específico para situações específicas.

Alguns indivíduos são mais propensos a desenvolverem doenças neurológicas, para essas pessoas existe a possibilidade de se usar uma cápsula que seja mais rica do ácido graxo que tenha mais efeitos de neuroproteção, o DHA.

Por: Dra. Paula Voss